sexta-feira, 25 de julho de 2008

Eu Sou - (Daiane Farias)

Esta poesia foi feita por uma aluna da sétima série, da escola Luiz Simionato em Franco da Rocha. Fato interessante é que Daiane escreveu esta poesia depois de realizar estudos sobre africanidades, outrora ela se via como branca, percebam a diferença...
Eu Sou

Eu sou negro
Eu sou gente
Mesmo que pensem
Que sou diferente

Para eu conseguir
Entrar na faculdade
Só depende da minha força
De vontade

Posso ser inexperiente
Mas sou muito inteligente
O negro também é gente

Não sou vagabundo
Meu sonho é conhecer
E mudar o mundo

Destruímos a senzala
Acabou a escravidão
Mas ainda tem branco que
não admite ter o negro como irmão

Essa poesia é resultado
Do meu esforço e trabalho
Para mostrar a vocês
Que não sou um pobre coitado!!!


Daiane Farias da Silva
Junho de 2008

Um comentário:

Shirley (MaUá) disse...

Muito linda! Espero que essa garotinha não pare só nessa...
Parabéns Daiane vc tem o dom!